Data Driven Marketing

img

O que é Data Driven Marketing?

Publicado por André de Paula em 24 de abril de 2017

Com o advento da internet, o volume de dados armazenados na nuvem dobra a cada ano. Isso acontece porque o tempo todo você está gerando dados, do momento que acorda e verifica as suas redes sociais, passando por pagar os pães na padaria de manhã, até curtir aquele bar do happy hour da noite.

Geramos dados ao atender uma ligação, geramos dados quando fazemos check-in em um hotel, geramos dados ao abastecer nossos veículos, geramos dados quando curtimos uma postagem, geramos dados quando fazemos uma reclamação, ou seja, não há como escapar, você gera dado o dia inteiro.


E toda essa massa de dados pode ser usada para aprender sobre os seus gostos, seus lugares preferidos, os horários que você está mais ativo, o que você está procurando, seus desejos, seus anseios, seus planos para o futuro, o que mais te irrita, sua idade, seu gênero, onde você estuda ou estudou, seus trajetos mais usados e muitos outros conhecimentos sobre você.


Data Driven Marketing é o uso de todo esse conhecimento para te impactar com ofertas, novos produtos e coisas que nem mesmo você sabia que queria, é Data Driven Marketing, ou como o nome sugere, marketing orientado a dados, aos seus dados, não há nada que use mais o velho conceito de One To One que Data Driven Marketing.

Como aplicar Data Driven Marketing?

O volume de dados é tão grande, que só pode ser usado de maneira relevante a partir de novas tecnologias, como a Deep Learning, usado normalmente em métodos no desenvolvimento de Inteligência Artificial (AI) através de redes neuronais.


Aplicando essas tecnologias, criasse inúmeras possibilidades, a mais usada é de criar campanhas personalizadas, sendo muito mais assertivo em oferecer produtos e serviços para o usuário final.


O Google em suas ferramentas de Mídia Programática usa Deep Learning, para aprender e entender quais produtos e serviços tem mais chance de interessar ao usuário, em função de todos os seus dados capturados e processados pelas redes de Inteligência Artificial (AI).


Deixe um comentário